Acelerando suas vendas no boca-a-boca

Boca-a-boca é mercadoria valiosa para as marcas e elas estão cada vez mais atrás desse tipo de marketing, por entenderem estar trabalhando com uma recomendação direta, de grande confiança por parte dos consumidores e sem sua inteferência, do outro lado está o impulso de compra que é o estímulo principal para uma compra espontânea, mas e como conseguir identificar se minha marca consegue atingir esses dois pontos tão relevantes com o público que está nas mídias sociais?

 

Décadas de pesquisas mostram consistentemente que o boca-a-boca pode atuar como um acelerador de vendas – que potencializa o impacto do marketing, direciona aquisição de clientes através de recomendações, e através do princípio de coerência psicológica aumenta fidelização de clientes.

 

Plataformas sociais facilitam o boca-a-boca e, portanto, facilitam a influência dele sobre o comportamento do comprador, permitindo às pessoas aproveitar seus laços de rede mais rapidamente – particularmente os laços fracos (as pessoas que não vemos com freqüência, ou tem intimidade) – para obter informações diversificadas e de melhor qualidade – a fim de tomar decisões mais inteligentes.

 

Em outras palavras, argumentos do boca-a-boca nas redes sociais aumentam seu papel no processo de decisão de compra. Essas redes reforçam ainda mais essa influência sobre o comportamento do comprador, permitindo-nos explorar as nossas redes em tempo real, transformando o que antes era um processo de decisão de compra linear – a geração e, em seguida, seleção de opções de compra a partir de um conjunto de considerações – em um loop dinâmico , podemos continuar a adicionar e remover itens deste conjunto até o ato da compra.

 

O ponto principal disso tudo é mostrar que as redes sociais e o boca-a-boca estão simbioticamente juntos – e, portanto, segue que o comércio nessas redes é ideal para a venda de produtos com maior probabilidade de beneficiar o boca-a-boca.

 

Sessenta anos de pesquisas revelam que os produtos que facilitam o boca-a-boca tem duas características fundamentais – eles são novos, e eles são notáveis??. As pessoas tendem a falar sobre eles, e são influenciadas por quem fala sobre os mesmos.

 

Um resumo mais objetivo da influência do boca-a-boca sobre o comportamento do comprador é que ele aparece principalmente para a primeira compra de produtos das categorias de “alto envolvimento” (produtos para os quais o comprador está disposto a gastar muito tempo e esforço na pesquisa) e onde há uma percepção de risco (físico, financeiro, social, psicológico ou tempo) de tomar a decisão errada. Que são as seguintes categorias:

 

Interesse – para o qual existe um elevado nível de engajamento da categoria – como as categorias de compra: profissional, hobby, moda, beleza e esportes;

Experiência – como mídia e entretenimento (filmes, jogos, música, TV,livros), restaurantes e eventos;

Serviço – onde os produtos são intangíveis – como os serviços financeiros, serviços profissionais de telecomunicações e serviços de viagens;

Alto valor – incluindo computadores, férias, automóveis;

 

Se você está considerando criar uma estratégia de venda utilizando plataformas sociais, primeiro identifique o que você vende. O mais adequado para a venda são produtos com maior probabilidade de serem comprados por impulso – produtos divertidos, que chamem atenção e que tenham algum valor simbólico, esses produtos estimulam o boca-a-boca e por consequência facilitam a compra por impulso.

 

Por: Thiago Nascimento
Fonte: http://www.socialcommerce.blog.br/